Aeroporto de Juazeiro terá novos voos a partir de junho

ARTICULAÇÃO | Está em negociação voo fretado da CVC para o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, para o ano que vem
AEROPORTO de Juazeiro do Norte está na rodada de concessões para a iniciativa privada, cujo leilão será realizado em 2019 Elizangela Santos/DIVULGAÇÃO
07/12/2018 às 9:46

Com nove voos regulares diários, o Aeroporto Orlando Bezerra de Menezes, no município de Juazeiro do Norte, pode ganhar em 2019 o seu primeiro voo charter (fretado) com foco no turismo. O Governo do Ceará está articulando parceria com a operadora de turismo CVC para voos saindo de São Paulo, a partir de junho, para impulsionar a região do Cariri como polo turístico. O equipamento também está prestes a ser concedido para a iniciativa privada, em leilão do Governo Federal marcado para 15 de março de 2019.
“Já existem voos em Juazeiro, agora nenhum como charter turístico, que é modelo diferente, exclusivamente turístico, com dia certo de ida e volta, com hotel incluso e transporte para pontos turísticos”, explica o secretário estadual do Turismo (Setur), Arialdo Pinho.

A atração de voos nesta modalidade faz parte da estratégia do Estado de diversificar os destinos turísticos do Ceará. No caso do Cariri, a ideia seria consolidar atrações como o Geopark, primeiro parque geológico reconhecido pela Unesco nas Américas; o Pontal da Santa Cruz, ponto de observação panorâmica em Santana do Cariri, onde está localizado no topo da Chapada de Araripe; o Parque Araxá; as visitações aos espaços em homenagem a Padre Cícero, natural de Juazeiro; Fundação Casa Grande, em Nova Olinda; o artesanato e as festas e feiras regionais.

Nesta parceria, o Arialdo diz que o Estado não entraria com subsídio financeiro, mas com propaganda compartilhada. Explica que as negociações ganharam fôlego após visita de diretores da CVC a pontos turísticos do Município, no fim de outubro, mas o martelo será batido somente no próximo ano. “Como se trata de ação para próximo governo, quem decidirá será o gestor da pasta”, afirma o secretário, sem contudo, precisar se vai mesmo deixar o cargo na Setur.

A CVC ainda não confirma a operação, limitou-se a dizer que “tem apenas operações em voos regulares em Juazeiro”. Mas o secretário municipal de turismo de Juazeiro, Junior Feitosa, que acompanhou a visita de diretores da empresa ao Município, disse que há uma expectativa grande em relação à concretização desta parceria. “Ele ficou encantado com o que viu e já começamos a trabalhar o que é preciso para fomentar o turismo. E ampliar o número de voos é fundamental”.

De acordo com dados da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), administradora do aeroporto do Cariri, de janeiro a outubro deste ano, mais de 458,3 mil passageiros embarcaram e desembarcaram pelo local. Alta de 1,1% em relação ao mesmo período de 2017.

No mês de julho, o equipamento de 62 anos teve a maior movimentação da sua história: 62.370 passageiros – uma média de mais de 2 mil embarques e desembarques por dia. Cerca de 9,6 mil pessoas a mais que o julho anterior.

O problema é que o fluxo de turismo ainda é instável, observa o diretor comercial do hotel Verdes Vales Lazer, Emerson Araújo. A taxa de ocupação dos hotéis, de 30% a 40% ao ano, chega a cair para 20% no primeiro semestre. “A sazonalidade é muito grande, acredito que se este voo charter se consolidar daria mais segurança para a classe hoteleira e de comércio expandir os investimentos”.

Feitosa diz que dentre as estratégias para reverter isso estão aumentar a agenda de eventos da região, como a inclusão do Rally dos Sertões, fortalecer os roteiros dos turismos religioso, ecoturismo e de negócios, além de ampliar as ações de capacitação. “Só neste ano, 26 estabelecimentos receberam o selo de qualidade do Sebrae para o turismo”.

 

O povo.





Leia Tambem: