Com baixa efetividade, sindicato fará mais uma manifestação por reajuste salarial em Juazeiro do Norte

16/05/2018 às 18:59

Um novo ato dos servidores públicos de Juazeiro do Norte deve acontecer na manhã desta quinta-feira, 17 de maio, na praça da Prefeitura.

Em greve desde o dia 2, a categoria vem pondo em prática um calendário tímido de manifestações, que pouco influenciam no modo como a gestão trata das principais pautas da classe.

A chamada Campanha Salarial para o reajuste motivou uma mensagem oficial do secretário de Finanças Evaldo Soares no dia 27 de abril, que se valeu de explicações técnicas sobre a Lei de Responsabilidade fiscal, que diz inviabilizar a concessão do aumento.

O Sisemjun, sindicato representante da categoria sob a presidência de Marcelo Alves, pouco inova no modo como faz transparecer à população a paralisação dos servidores. Tímidas manifestações, todas no mesmo formato, são a principal artilharia dos sindicalistas para pressionar uma gestão que parece pouco se incomodar com os atos.

Com pouco barulho e de efeito minimizado, a primeira greve do governo Arnon Bezerra se mantém muito mais como um anúncio do que como efetiva utilidade à classe. Nesta quinta, no entanto, terão mais uma chance de fazer acontecer.

Espera-se, no entanto, que o ato não se resuma à batuques, faixas e selfies, e que uma pressão efetiva ao governo seja feita. Infelizmente, estas ações até agora não se converteram em efetivas esperanças de uma categoria que vê no reajuste uma das poucas alternativas de melhoria.

Por Felipe Azevedo/Agência Miséria
Miséria.com.br