Danilo se despede do Corinthians e diz esperar retorno em breve

29/11/2018 às 14:48

Homenageado pelo Corinthians, Danilo deu entrevista coletiva em tom de despedida no CT Joaquim Grava. Após nove temporadas com a camisa alvinegra, ele deixa o Parque São Jorge para seguir a carreira em outro lugar, mas pretende voltar daqui a um ano com um cargo diretivo no clube.

“Tivemos uma conversa boa, e as portas estão abertas. Tudo na vida tem seu momento, e o futuro só a Deus pertence, mas espero que seja um até breve. Eu não sei em qual cargo, mas espero voltar sim”, falou o ídolo corintiano, confirmando as tratativas para assumir função no departamento de futebol corintiano.

No futuro, Danilo não descarta nem ser treinador. “No início eu não queria trabalhar no futebol, mas hoje estou muito motivado para ajudar. Quem sabe como auxiliar, treinador, também não está descartado. Vou me preparar para ter essa possibilidade”, disse.

Nesta quinta-feira (29), Danilo treinou na equipe reserva e recebeu uma homenagem ao final da atividade. O Corinthians lhe entregou uma placa contendo uma fotografia sua, tirada há um mês na partida contra o Bahia -na qual ele marcou dois gols. Os companheiros assinaram a placa, que foi entregue ao jogador por sua família.

Aos 39 anos, o meia sai para seguir jogando. Ele queria a renovação com o Corinthians, mas o clube preferiu não lhe manter por mais um ano. “Futebol é assim, há momentos também em que o jogador prefere sair, então tem os dois lados. No ano passado foi diferente, eu estava treinando, mas não estava bem, com lesão. Agora, não. Eu não poderia parar, mas o pensamento do clube foi esse”, explica Danilo, sendo claro sobre sua determinação em continuar. “Não posso parar agora, senão depois posso me arrepender. Tenho foco em parar no ano que vem, tenho que parar jogando”, diz.

O último ato da história de Danilo como jogador do Corinthians deve acontecer a partir das 17h do domingo (2), contra o Grêmio, em Porto Alegre. O duelo vale pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro.

O tom da entrevista coletiva foi de nostalgia. Danilo falou dos títulos que ganhou, dos momentos inesquecíveis que viveu desde a chegada ao clube em 2010. “Passa um filme na cabeça, com toda a minha história, de realizar o sonho que eu tinha de conquistar títulos e ter uma história no clube. O que fica marcado é isso, e eu agradeço pelo privilégio de sair daqui por cima”, celebrou o ídolo alvinegro, que no último domingo (25) viveu uma espécie de epifania ao ser homenageado ao lado de Emerson Sheik na Arena.

“Meus amigos brincam que minha estrela brilha, mas isso tudo é trabalho. Fico muito feliz. São muitos anos aqui, com altos e baixos que fazem parte do futebol. Estava conversando com o Sheik [no domingo] sobre as taças, olhando? Olha que história! É difícil um jogador ganhar tudo isso, ainda mais em um clube de história como o Corinthians”, comemorou o jogador.

Questionado sobre seu gol inesquecível com a camisa do Corinthians, Danilo lembrou do tento anotado na segunda semifinal da Libertadores de 2012, contra o Santos. Na ocasião, foi dele o gol que garantiu um lugar na decisão.

“Foi um gol que ficou marcado na minha cabeça”, diz o jogador, que apesar das oito taças conquistadas no clube mantém a modéstia ao falar de sua história. “Não sei se posso me considerar um ídolo, mas eu saio com a sensação de dever cumprido. Esta história ninguém nunca vai poder apagar.”

NoticiasaoMinuto





Leia Tambem: